Afropunk: conheça a tribo-hit

Após o boom do Normcore e do retorno da estética Clubber, andou pipocando em minhas timelines, pesquisas e pinterest(aliás, me segue lá!) uma tribo que me deixou em um grau máximo de excitação: o Afropunk. A turma reúne muito bem toda a subversão, transgressão e atitude do tradicional punk, sem deixar de lado a “ternura” e a exuberância étnica, típicas de suas raízes.

Sinceramente, foi uma das melhores coisas que vi em 2014. O Afropunk, que tudo indica nasceu no Brooklyn – Nova York, surgiu a partir da inserção dos negros na punk music, entre outras culturas alternativas. Apesar de ainda ser uma minoria diante do cenário musical, o movimento ganhou bastante força e hoje é comparado a outras vertentes famosas como a Riot Girl, dedicadas ao punk feminista, e ao Queercore subgênero que contempla comunidades gay, bissexual e transgênero.

Para a felicidade dos amantes da tribo, desde 2002 acontece na Big Apple o Afro Punk Music Festival, que é um colírio paras os olhos e para os ouvidos, com um line-up que conta não só com nomes consagrados do estilo musical, mas também com novos e bons nomes da black music em geral. Pelo visto, marcas famosas com Kenzo, a Balmain e a Opening Ceremony já “mordiscaram” um pouquinho do grupo que a cada dia que passa conquista o mundo e já trouxeram algumas referências para as suas coleções:

 

Como todas as tribos, a Afropunk também possui um misto de códigos visuais usado pelos seus entusiastas. Seja nos looks ou na beleza, listei alguns tópicos frequentemente presentes nas produções:

LOOKS

Correntes: São elementos obrigatórios. Ok, pode até ser no pulso ou no pescoço, mas o grande barato é usá-las atreladas aos piercings faciais como no nariz e nos lábios.

 

Creepers/Lita Boots/ Sapatos: Essa mania nós também já conhecemos. Mas diferente das propostas ultraproduzidas e sexy que estamos acostumadas a ver com os sapatos-statement,  a intenção do momento é ser a mais despretensiosa possível, com um “quê” de miscelânea.

 

Listras: Se você pegou bode das listras por causa da febre BeetleJuice, pode esquecê-las em 3, 2, 1… o Afropunk descontrói o visual navy e classy das tiras, dando um atitude inusitada com a mistura de elementos rocker e étnicos.

 

Maxióculos redondo: Sensação! Os óculos que remetem aos 60’s/70’s viram item cool em maiores proporções, quase máscaras. Mais é mais!

 

Back to the roots: Em meio ao xadrez, listras e jeans destroyed, não faltam estampas e padronagens afro, que sempre nos fazem lembrar as raízes do subgênero.

 

BELEZA

Piercing no septo: A perfuração que foi mania durante os anos 90 volta com força total!! Em joias mais femininas e imponentes, elas ganham um toque étnico e surgem opções cada uma mais linda que a outra!

 

Rococós e coquetes: O penteado que muito lembra as heroínas de desenho animado japonês ganha versão afro que conquistou uma leva de adeptas. Bora fazer?

 

Cabelos colorido/descolorido: Clubber e o punk também se esbarram em algumas questões, entre elas, as madeixas coloridas e descoloridas. Hoje em dia é mais do que comum ver por aí moçoilas desfilando com seus quase platinados ou tons que passeiam principalmente pelos rosados, azulados e esverdeados – no caso dos fios mais escuros.

 

ATENÇÃO!!! Não se aventure a fazer essa “estripulia capilar colorida” em casa, principalmente se você já usar química. Procure um profissional para avaliar as possibilidades de usar tintura ou não.

Dreads/ rastafári(box breads) / twists: A mulhereda descobriu as dores e delícias dos cabelos entrelaçados. Ok, pode ser trabalhoso, demorado e um pouquinho custosa a execução e o material, mas o resultado está aí: só lindeza. As afropunks em geral curtem os comprimentos mais looooongos e não abrem mão de um penteado escultural.

 

Makes com motivos étnicos: Ultimamente vi em diversos cliques de street style, dos mais variados festivais ao redor do mundo, makes e pinturas corporais que remetiam aos indianos e tribos africanas. No Afropunk não é diferente, porém, essas intervenções soam mais naturais. É nítido que tem uma história, uma relação com antepassados.

 

Black assimétrico: O black power adotado é desregular, com um aspecto “desabado”.  Ponto para a praticidade!!!

 

Moicanos: Seja com entrelaçados, alisados ou black, eliminar as laterais do cabelo virou um must entre aquelas que curtem um pouquinho mais de ousadia…

 

OUTRAS REFERÊNCIAS

Old school: Basquiat, Grace Jones e Tupac.

 

Nova geração: Azelia Banks (madrinha do “seapunk”), BLXPLTN, FKA Twigs, Kelela e Tamar Kali.

 

Nada melhor do que terminar com o lema do Afropunk: “the other Black experience”…

||||| 0 amei! |||||

✶ Achados Modices na Leader ✶ Camisetas do Natal ao Rio

Minha gente, se prepara porque a partir de agora vai ser difícil resistir a uma passadinha semanal na Leader, viu? Porque tem tanta novidade boa por aí… mas tanta! Tô acompanhando de pertinho toda essa nova fase da Leader, investindo muito em moda. Mas, não é só aquela coisa de “seguir” as tendências internacionais, é usar essa informação e ajustá-la a nossa brasilidade, ao nosso gosto, à nossa identidade. E o resultado tá ficando incrível: estampas (abusadas) de lindas, modelos bacanas e muita variedade. A campanha de verão, então tá espetacular e vocês vão amar quando sair! :)

Bom, vou parar de fazer suspense e falar das belezuras que chegaram às lojas da Leader essa semana! Eu estive na loja de Natal no fim da semana passada e assim que pisei no Rio fui na loja do Catete conferir as novidades e reuni as minhas escolhas aqui ;) Pra conferir os preços (que são tão legais quanto as peças em si) é só passar o mouse em cima da foto!

 

Gostou das minhas escolhas? :) E vamos combinar o seguinte? Quando você postar uma foto sua com uma das nossas escolha usa as hashtags #sigamodasigaleader#modicesinspira! Vai que você aparece aqui no looks pra inspirar ^^

||||| 5 amei! |||||

Looks para inspirar #12 :: Muita bossa

Não tem segredo, pra poder andar por aí se sentindo super confortável e linda com o look que você está usando, tem que ter uma bossa, aquele charminho que faz toda a diferença. E o objetivo do Looks para inspirar é te dar ideias para encher a semana de bossa mesmo. Vem ver nossas dicas ;)

 

Bruna Marquezine: Atenção para os chapéus que têm faixas coloridas! Elas são uma opção para dar mais uma bossa no look, como nesse da Bruna, que combinou o azul nas duas estampas (do chapéu e do macaquinho).

 

Emmy Rossum: Top com peplum ainda dá um bom look, principalmente com short e algum toque mais masculino, para fazer aquele contraste esperto que a gente adora.

 

Nicole Pinheiro: Falando em contraste esperto, olha só esse look de uma peça bem feminina com um blazer por cima, cobrindo o recorte lateral. É uma boa ideia para quem tem eventos para ir depois do trabalho!

 

Elle Fanning: Ok, essa é a maquiagem que vai inspirar. Olha o amarelão contornando o olho de maneira simples e que nem fica tão chamativa! E combinou com o look fofo de florzinhas.

 

Judy Greer: A prova de que dá para usar camisetas fofas com qualquer idade e estilo, sem perder a elegância. Basta combinar com outras peças mais clássicas.

 

Marina Ruy Barbosa: Combinando estilos sem nem perceber: a camisa jeans com recorte western com os sapatos também nesse estilo! De primeira a gente acha que é só o vermelho da calça com os sapatos, mas tem muita mais coisa ligando as peças.

 

Fernanda Paes Leme: O look está lindo, adorei a maquiagem e o cabelo, tudo bem moderno. Mas quero falar de um acessório pequenininho que pra mim é um charme só: o anel no dedo mindinho. Acho o máximo quem usa, e você?

 

Maggie Gyllenhaal: Que tal deixar a gola da sua camisa/jaqueta/macaquinho levantada? Mostra mais o pescoço e chama mais atenção para o rosto e o colo, além de poder transformar um look basiquinho.

 

Michelle Dockery: Adoro essas camisetas/camisas/vestidos que já têm detalhes nas golas! Dá um trabalho a menos na hora de se montar. E pode ser um ótimo DIY para resgatar aquelas peças que estão esquecidinhas no armário.

 

Jennifer Morrison: Estou amando usar saia de cintura alta com top amarradinho! Fica uma parte da barriga aparecendo de um jeito tropicaliente, sabe? E funciona super até numa festa, além do look casual.

||||| 4 amei! |||||

Minhas compras no Nordeste #modicesnaestrada

O que a gente adora fazer em viagens? Comprar! :D E eu comprei tanta coisa bacana nas últimas semanas que resolvi mostrar tudo (ok, esqueci umas coisinhas) nesse vídeo. Tem peças de novas marcas que vale a pena conhecer e de feirinhas de artesanato que eu amo em Maceió, Olinda, Recife e João Pessoa :) Aperta o play pra conferir:

Gostaram, gente? Querem mais vídeos assim? :) 

↠ para conhecer o projeto #modicesnaestrada, clique aqui ↞
↠ para ver todos os posts da viagem, clique aqui ↞
↠ e pra acompanhar em tempo real, siga a gente no instagram ou twitter no @modices ou pelo #modicesnaestrada ↞
||||| 19 amei! |||||