A Carla, que sempre teve sentimentos conflitantes com procedimentos estéticos, fez o tal preenchimento das olheiras. Entenda o porquê e como foi!

Fiz preenchimento nas minhas olheiras! Pois é, depois de mais de 3 anos considerando (e uma vida inteira fazendo todo tipo de coisa pra amenizar a danada), finalmente criei coragem. Bom, eu sempre tive sentimentos conflitantes quanto ao uso desses procedimentos estéticos, sim, é complicado falar tanto de empoderamento e quebra de padrões e ser “a favor” desse tipo de intervenção. Mas a verdade é que a gente não escolhe o que vai afetar a nossa autoestima, não é mesmo? Então, eu fui atrás.

Comecei, é claro, perguntando sobre para as amigas. Tem muito exemplo aí que a gente não quer seguir, mas também tem muito exemplo maneiro real (e que provavelmente você nem sabe que tem). Os meus vieram de amigas que fazem o procedimento há alguns anos e amam, e foram elas que começaram a desmistificar muito sobre o processo e, principalmente, sobre resultado.

Foi então que em 2017 eu conheci a Dra. Cinthya Basaglia e, atendendo a pedidos, vim contar mais aqui sobre o assunto como as minas do grupinho pediram :)

 antes/depois do preenchimento com ácido hialurônico feito pela Dra. Cinthya Basaglia

antes/depois do preenchimento

 

minha história e minhas tentativas de cobrir as olheiras

Desde que me entendo por adolescente tenho nóia com as minhas olheiras – essas molduras 3 tons mais escuros do que a minha pele – normalmente arroxeadas, que dominam todo no canto interno dos meus olhos, e esse vinco (que até li outro dia que tinha um nome específico, mas esqueci) forte abaixo da bolsa dos olhos.

Claro que quando eu era garota eu queria mesmo ter essa parte embaixo dos olhos lisinha, como as modelos dos editoriais de beleza da Capricho. Mas mais do que isso, o vinco me dava constante aparência de cansada e, junto com a cor mais escura (que eu aprendi a contornar com maquiagem) dava um semblante sisudo. Essa combinação de fatores me deixava com aspecto melancólico (que quem me conhece sabe que não tem nada a ver com minha personalidade) e me incomodava já nos tempos de fotos de papel – mas que fariam sucesso nos tempos do Romantismo quando as mocinhas falseavam olheiras para intensificarem o resultado natural das noites mal dormidas sofrendo por amor, vai.

Nessa época, eu achava que a cor era o pior dos fatores, o mais difícil de lidar o que eu tinha que tentar me livrar a todo custo. Eu achava que, deixando a cor uniforme, os vincos passariam despercebidos. Para minha decepção, depois de me consultar com uma dermatologista há alguns anos, eu soube que meu nível de pigmentação da minha olheira não tinha tratamento que resolvesse (podia aliviar, mas não valia o esforço ou o custo do tratamento).

Bom, se não rolava clarear as olheiras o jeito era aprender a usar corretivo direito. E assim, eu fiz. Aprendendo mais sobre maquiagens, produtos, texturas, cores, luz e sombra. Fiquei boa nisso. Aliás, uma dica que mudou minha vida e eu compartilho aqui com vocês é o esfumadinho rente à raiz dos cílios inferiores. Mas, então, eu percebi que o ~problema não era a cor, mas sim o vinco extra que contornava as minhas olheiras e fazia uma sombra no meu rosto. Eu tentava disfarçar volume com cor. Dá certo? Dá. Mas, só com luz favorável.

E, claro, luz favorável não é sempre o caso e eu cheguei a ficar incomodada várias vezes com minha imagem – especialmente se ela era muito replicada – quando ela era registrada num ângulo não favorável. Ainda assim, foi importante eu ter passado por todo esse processo porque entendi não só os efeitos da maquiagem, mas entendi meu rosto e principalmente o que eu realmente precisava fazer pra melhorar e não transformar. De alguma forma eu sabia que era importante que eu tivesse evoluído o nível de consciência do meu corpo, sabe? Me conhecer melhor, fazer escolhas com mais certeza.

o preenchimento das olheiras

Cheguei pra consulta com a Dra. Cinthyia Basaglia  ainda com medinho, querendo conhecer as minhas possibilidades. A Cinthya me deixou super confortável, examinou pra ver se o procedimento podia ser feito no meu rosto e explicou tudo. Deu medinho da dor, claro, uma agulha entrando no meu rosto, mas eu pensei “se eu aguento tatuagem, eu aguento uma agulhadinha”.

E foi tranquilo.

Doeu menos que eu esperava e fiquei bem de boas. Não ficou nem roxinho! Tem gente que sente (muita) dor e que fica (bem roxo), porque cada corpo reage de um jeito. Achei bem rápido e o efeito é instantâneo. Na semana seguinte eu voltei pra conferir se tava tudo certinho e a Cynthia colocou mais um pouquinho. E ficou perfeito ♥︎ O preenchimento de ácido hialurônico tende a durar até 1 ano (um pouco menos se vc pratica muito esporte).

a plenitude pós-preenchimento

Tô me sentindo linda, plena e feliz de verdade com o resultado. E é isso que importa não é mesmo? :)

 A Dra. Cinthya atende na Clínica Caroline Frota na Barra e na sua clínica na Tijuca.
Pra agendar na Barra é só mandar mensagem pra (21)97129-0279 e pra marcar na Tijuca (21)2204-3836 :) 

||||| 25 amei! |||||

Sobre o autor

blogger in chief

Carla Lemos é a criadora do Modices, um dos mais influentes blogs de moda do Brasil. Carioquíssima, Carla cursou as faculdades de moda e publicidade, foi stylist de globais e há 7 anos criou o Modices para falar de moda de um jeito mais leve e divertido.

  • Lucia Silva

    o valor vc revela????

  • Ana Carolina Jobim

    Ficou linda! Também queria saber o valor médio.

  • Juliana Bernardes

    Também sofro com as olheiras e o preenchimento é um procedimento que ainda não fiz, mas penso bastante a respeito. Você percebeu se o preenchimento clareou também a região abaixo dos olhos ou o maior resultado foi não ter os vincos mesmo?

    • então, o preenchimento não mexe na pigmentação, mas só de não ter aquele vinco fazendo sombra no meio da face cê já se sente mais ~leve (carinha de descansada mesmo).

      daí o corretivo ficou mais eficiente, sabe?

  • Jaqueline

    Olá Carla, gostei muito do seu post. Compartilho do mesmo sofrer: olheiras escuras e vinco.
    Agora fiquei bastante interessada na suas técnicas de aplicação de corretivo e trupo para fixação e tals…posso te sugerir um novo post? Tipo salvação para quem ainda não pode investir nesse procedimento? Obrigada e parabéns, vc é linda!