Nossa taróloga e guru oficial do Modices fez as previsões místicas para o ano de 2017 e você não pode deixar de ver para se planejar!

A Ana R. Ferraz é nossa taróloga oficial (‘cês sabem que isso é importante por aqui né?) e duas vezes por semana ela faz previsões pra gente – postadas lá no grupinho do Facebook – e dá conselhos a respeito das tendências místicas da semana. Nesse início de ano, ela fez um apanhadão das ondas de 2017 (como ela mesma chamou) e a gente trouxe pra cá:

O ano de 2017 terá os mesmos movimentos das marés. Precisamos nos preparar para as grandes ondas de um mar revolto intercaladas com marolinhas de vários períodos de calmaria. Onde nos posicionamos nesse mar é que vai ditar o resultado dos acontecimentos. Ficaremos na arrebentação esperando que a onda quebre na nossa cabeça? Nadaremos em direção a ela para poder furá-la e nem sermos abalados pelo volume de água? Ficaremos em um ponto onde poderemos surfar essa onda e chegar em um outro lugar? Teremos fôlego? Prancha? Boia? Saberemos nadar nesse mar? Estaremos olhando na direção certa?

Essa leitura foi feita com as perguntas: Qual a onda do mês? Qual estratégia adotar? Para a primeira, tirei uma carta. Para a segunda, uma carta e uma runa.

Onda 1: Janeiro: uma pequena marola

Rei de Copas / Justiça + Dagaz

Janeiro será um mês tranquilo com o Rei de copas trazendo amor para nossas vidas e a Justiça, juntamente com Dagaz, vindo nos lembrar que depois da noite vem sempre o dia. No entanto é preciso muito equilíbrio para não tomar o que recebemos como certo e perene para nossas vidas. Os relacionamentos (todos eles) precisam ser cuidados e equilibrados. No trabalho, é preciso não nos deixar levar por emoções na hora das decisões.

Onda 2: Fevereiro – maré calma, sem ondas.

Eremita / 4 de Espadas + Eihwaz

Fevereiro, mês do carnaval, chega com o Eremita nos indicando que precisamos abrir os olhos e não nos deixar cegar por uma euforia efêmera. É noite, não estamos enxergando bem o que pode estar na frente do nosso nariz. Será preciso muita cautela para dar qualquer passo. Em fevereiro, a runa Eihwaz está pronta para ceifar o que está errado, potencializando assim o surgimento de mais podridões encobertas. O 4 de Espadas nos avisa que o período é de espera, de recolhimento. Há atitudes a serem tomadas mas não neste mês. Não será hora de começar nada.

Onda 3: Março – vazante que tenta nos arrastar pra longe da praia.

6 de Espadas / 7 de copas + Naudhiz

A vontade de sumir do mapa estará presente em março com o 6 de Espadas pairando no ar. Desânimo será o sentimento geral e se você não for realista o suficiente é capaz de arrumar as malas e tentar viver uma outra vida em outro lugar. No entanto, o 7 de Copas e Naudhiz estão unidos para possibilitar que revisemos os nossos antigos projetos. Teremos a oportunidade de corrigir os erros e, assim, reeditar um desses projetos para que se adapte à nova realidade. Precisamos ter muito cuidado para não nos perder em uma ilusão de que bastar mudar de endereço que os problemas acabam. Não é bem assim, sabemos muito bem disso.

Onda 4: Abril – onda deliciosa, pequena, vem somente para acariciar nosso corpo

A Força / 3 de Paus + Ehwaz

Esse é o mês de conseguir forças para realizar o projeto que reeditamos no mês anterior. Há um sentimento de esperança geral que proporcionará um ânimo de seguir em frente. A runa Ehwaz simboliza um cavalo e nos avisa que é preciso ter uma participação ativa para seguir em frente, não devemos esperar que outros possibilitem a realização dos nossos projetos. Vamos juntar forças para agir logo mais.

Onda 5: Maio – Mais volume de água à frente

2 de Copas / Imperador e Teiwaz

Maio nos presenteia com o amor, encontro, carinho, união, sociedade do 2 de copas. Vamos aproveitar esse momento nos permitindo unir esforços, dar a mão para a pessoa que está ao nosso lado porque ela poderá somar esforços na nossa caminhada. A runa Teiwaz, junto com o Imperador nos avisa que será preciso dar mais atenção à essa união. Estamos compartilhando corretamente? Estamos equilibrados? O 2 de Copas tende a nos fazer ver com o coração, mas Teiwaz e o Imperador nos mandam ser racionais e agir. Se há algo que precisamos fazer, mas estamos postergando por tanto tempo (desde fevereiro!), deveremos fazer neste mês.

previsoes-do-tarot-e-runas-pra-um-2017-ainda-melhor

Onda 6: Junho – A sequência de ondas bagunça nossa programação

A Roda da Fortuna / Rainha de Paus + Uruz

A Roda da Fortuna nos avisa que em junho as coisas acontecerão muito rápido. Tão rápido que teremos pouco tempo entre um fôlego e outro. “Vamos respirar, gente!, tem muita água pra rolar ainda”, nos avisa a Rainha de Paus atravessando o portal da runa Uruz. Ela está sugerindo que tentemos manter nosso foco em um problema por vez porque com a ajuda dela, poderemos solucionar o que aparecerá na nossa frente. A runa Uruz, simbolizando a força interna, nos avisa que em junho deveremos persistir apesar de alguns fracassos. Este mês irá exigir de nós uma postura mais maleável pra não quebrarmos nos impactos.

Onda 7: Julho – Uma onda muito grande vai se formando ao longe

Diabo / Sacerdotisa + Languz

Sabe aquele momento em que você vê que lá na frente não está tão bonito assim? Este será assim. O Diabo indica uma tensão formando ao longe e nosso medo do que virá pela frente. Julho será um mês onde precisaremos tomar uma decisão de ação futura então a Sacerdotisa nos indica que será preciso muita cautela para não sermos influenciadas por uma decisão de impulso. Languz está presente para nos ajudar a superar o medo que tenderá a nos imobilizar neste mês. Nem sempre o que parece ser certo, está sacramentado. A onda no horizonte pode ser esquisita, mas há tempo de nos preparar para o seu impacto.

Onda 8: Agosto – A onda chegou e temos uma prancha!

7 de Paus / 2 de Espadas + Algiz

Agosto vem com o 7 de paus trazendo muita ação e movimento em nossa direção, mas estamos prontos para resolver tudo, afinal, não há nada que já não tenhamos passado antes. O 2 de espadas nos lembra que nesse mês iremos precisar de muito equilíbrio e muita coragem para enfrentar as adversidades. A runa Algiz vem nos ajudar com a proteção divina, então teremos uma prancha para surfar as ondas que surgirem.

Essa proteção será encontrada no nosso movimento de internalização precisaremos ouvir nossa voz interior e entender que já estamos com a nossa prancha para surfar essa onda. Já sabemos como agir. Basta ter coragem.

Onda 9: Setembro – período de mares tranquilos

2 de Paus / Sol + Wunjo

O 2 de Paus nos indica que setembro será um mês de preparação para uma escolha. Hora de olhar bem para o futuro e antever as possibilidades de resultado. O Sol apareceu para nos ajudar a iluminar os diversos caminhos que podemos seguir e só precisaremos de sabedoria e calma para escolher. O bacana de setembro é saber que quando Wunjo aparece em um jogo, sabemos que estamos no caminho certo do sucesso e do reconhecimento do nosso valor. Legal, não é?

Onda 10: Outubro – Uma onda quebra e nos surpreende

Cavaleiro de Espadas / O Carro + Ansuz

O Cavaleiro de Espada é aquele que está sempre levantando uma polêmica, que gosta de ver o circo pegar fogo, portanto, em outubro, espere contestações por todos os lados. Nossa sorte é que para amenizar essa energia meio destrutiva temos O Carro e Ansuz do nosso lado. O primeiro diz que devemos agir rápido, não nos apegando a palavras que nos foram ditas, não nos deixando remoer situações. Aconteceu, está no passado, passou. Vamos seguir em frente. A runa Ansuz recomenda que estejamos atentos à nossa intuição nesse mês.

Onda 11- Novembro – Uma onda gigante

Hierofante / 10 de espadas + Sowilo

Aprendizagem. Essa será a palavra chave de novembro. Precisaremos de ajuda de um grupo (professores, mestres, grupo de estudo) para entender esse mês, entender as forças nocivas que tentarão nos colocar para baixo.

A oscilação do ano nos desestabilizará, mas somente com a ajuda do grupo seremos capazes de superar essa fase. Não é vergonhoso receber ajuda, não é fraqueza o erro, não é absurdo precisar de uma mão amiga para levantar. O 10 de Espadas é uma carta que mostra o resultado das forças negativas e positivas atuando juntas para fechar um ciclo e iniciar outro. Junto com a runa Sowilo, a indicação é de que esse período não irá perdurar e uma renovação está por vir.

Onda 12 – Dezembro – uma onda pra nos acordar

A Torre / 7 de Ouros + Gebo

Se no mês anterior fomos humildes para aceitar que às vezes precisamos de uma ajuda de outras pessoas, iremos passar esse mês de forma mais branda. Caso contrário, A Torre irá nos acordar desse estado egocêntrico. A partir desse momento precisamos entender que não estamos sós, que não iremos longe sozinhos, que precisamos buscar parceria para tudo na vida.

O sete de Ouros fala do momento em que começamos a cogitar uma mudança de curso. Já fizemos o que tinha que ser feito, chegamos até aqui, está na hora de ir buscar outros horizontes. Essa carta veio acompanhada da runa Gebo, que traz a energia de uma troca generosa, da incrível interação complementar entre os seres humanos. Se recebemos ajuda no mês anterior, agora é a nossa hora de estender a mão.

_ a Ana R. Ferraz é nossa guru-taróloga-maravilhosa, que a gente indica sempre que pode para as amigas. Pode chamar ela por inbox no Facebook ou por whatsapp que ela atende (21 974931925) pessoal ou remotamente _

||||| 10 amei! |||||

Sobre o autor

Aqui você vê os textos dos nossos colunistas convidados! As opiniões aqui refletidas nem sempre são as mesmas da Equipe Modices e todo colunista é livre para se expressar. Quer colaborar com o Modices? Deixe um comentário que entraremos em contato!