Mesmo sendo carioquíssima, não correspondo exatamente ao perfil “garota de praia”. Crescendo no subúrbio do Rio, o acesso à mangueira e à piscininha de plástico era o que tinha para o verão, e as idas à praia eram um acontecimento. Daí pra frente fui caminhando mais em direção à gótica aspirante do que para gata bronzeada e só fui realmente me reconectar com minha paixão pelo mar no ano passado, durante o #modicesnaestrada (clica aqui pra ver como foi).

IMG_1130

Amor antigo reencontrado, vim morar na Costa Oeste do Rio, com praias vazias e em áreas de reserva ambiental, bem longe do burburinho das praias da Zona Sul. Aqui na #westcoast a gente vai pra curtir a natureza mesmo e quanto menos gente tiver na praia, melhor. Por isso (e por um estranho hábito do Vitor de acordar junto com as galinhas), a gente adora ir pra praia ver o sol nascer. O sol aqui nasce no mar e é lindo demais ver o céu ganhando todo um colorido mágico antes daquele primeiro raio de sol começar a brilhar no horizonte.

Assim, minha rotina praiana acaba sendo diferente das pessoas que frequentam praias urbanas como a de Ipanema – onde ir à praia é mais um evento social do que qualquer coisa. E por isso, resolvi compartilhar com vocês o que compõe o meu kit praia para curtir as praias desse lado da cidade.

IMG_0764

≈ Canga ≈

É a melhor amiga de qualquer uma que gosta de curtir uma praia. ♥ Tenho uma grande de nuvens e 2 pequenas (daquelas fofas pra fazer de saída de praia, sabe?), mas tô querendo mesmo é uma redonda, grande e de neoprene – a grande tendência e novidade desse verão, mas como carioca tenho dificuldades de pagar mais de 40 reais numa canga.

≈ Bolsa de Neoprene 

Quem disse que bolsa de palha era boa pra praia, gente? Gruda um monte de areia (que não sai nunca mais), cê chega em casa e vai deixando aquele rastro de poeira, e se molhar é um desastre. Ideia mais que perfeita essa da Summer House, marca de biquínis de Ilhabela – SP, que usou o tecido dos surfistas pra fazer bolsas pra praia. Gênia! E o modelo também é ótimo, todo emborrachado por dentro e com boa abertura pra caber de um tudo.

≈ Radinho ≈

Mudou completamente a minha experiência de praia esse radinho bluetooth. Conecto com o celular e fico curtindo meu sonzinho de boas, sem atrapalhar ninguém e sem ter que me isolar com o fone. Não sei como funcionaria numa praia lotada, mas só digo que é bom demais. E ainda dá pra ouvir rádio FM. 

≈ Isopor ≈

Há muito tempo já que levar um isporzinho pra praia deixou de ser cafona. Até porque as praias que eu frequento quase não têm vendedor ambulante e os quiosques não estão abertos quando chego cedinho – fora que os preços cobrados na praia são abusivos demais. Esse meu ganhei da Farm há uns anos e nem é difícil de fazer, só usar tecido, cola pra isopor e uma certa habilidade pra dar um acabamento bonitinho.

Quando vou rapidinho nem levo não, mas quando a vibe é poder passar a manhã toda na praia tem isoporzinho sim, com água, água de coco, tangerina e até uma cervejinha de vez em quando.

≈ Escovinha pra tirar areia ≈

Essa aprendi com minha peixinha Carol . Ela mantém essa escovinha de engraxar sapato na mala do carro pra limpar os pézinhos e chinelos e tirar o máximo de areia possível antes de entrar no carro. Ideia genial a gente compartilha!

IMG_1120

Sentiu falta de alguma coisa? Pois é. Como vou à praia cedinho, antes das 6h (!), fico até às 8h no máximo. Isso significa que eu pego a hora mais tranquila e saudável do sol, aquele que é recomendado para bebês e, por isso, eu não uso protetor solar - porque esse sol não faz mal algum, pelo contrário: sem protetor solar é que a pele consegue absorver a vitamina D, tão importante e cheia de benefícios pra gente. Mas isso só vale pra esse horário, viu? Se eu chego na praia depois das 8h aí sim, eu uso. Prefiro os tipo spray que são muito mais fáceis de aplicar, não ficam pegajosos e ainda podem ser refrescantes.

Faz anos que não uso bronzeador, mas eu amava os australianos, ajudavam a bronzear super rápido e a cor durava. Eu queria experimentar algum a base de urucum. Alguém aí tem sugestão pra mim? :D

Com esse sol todo eu já tô querendo adicionar um baldinho nesse meu kit praia, viu? Agora me conta o que não pode faltar no seu kit de praia?

||||| 12 amei! |||||

Sobre o autor

blogger in chief

Carla Lemos é a criadora do Modices, um dos mais influentes blogs de moda do Brasil. Carioquíssima, Carla cursou as faculdades de moda e publicidade, foi stylist de globais e há 7 anos criou o Modices para falar de moda de um jeito mais leve e divertido.

  • Grasielle Oliveira

    Queria ver as fotos dos itens citados. :(

  • Desirée

    oi!! Eu também gostaria de ver o isoporzinho! Meu kit de praia tem>
    -um spf 50 de l´oreal, oleoso e grudento mas que te deixa dourada que nem oscar,
    -a velha canga que tô querendo trocar por uma imensa indiana,
    -celular pra tirar lindas fotinhas,
    -garrafinha pra agua, as vezes conservadorinha da mor, a azulzinha e prata
    -livro as vezes, últimamente carderninho, lapis, borracha e apontador, gosto muito de
    fazer croquis das pessoas, na praia e um dos poucos lugares que ficam
    quietas como pra desenha-las!

    -repelente (em Paraty tem muitas praias que precisam!)
    -lenço pra fazer turbante o prender o coque, mas nunca acabo usando
    -estojinho com colirio, espelho (uso lentes de contato), pente, grampinho.
    High maintenance a garota, né? aqui as praias legais estão a uns 15-40´de carro, entao pra passar o dia precisa coisas!!

  • Thais Farage

    que fotos maravilhosas, que carla sereia! <3