comprando-online

Eu sou uma viciada em comprar online: roupas, lingerie, objetos de decoração, produtos de beleza, comida, bebida, software, acessórios, serviços. Não, eu não sou uma pessoa consumista, apenas prefiro comprar do conforto do meu sofá. (Quem é do meu clube levanta a mão nos comentários o/) 

A verdade é que, para quem está ligado nas novas formas de consumo, comprar roupas online apresenta algumas vantagens (além de não precisar sair de casa). A primeira delas é a possibilidade de pesquisa infinita, que te permite descobrir se aquela é uma marca socialmente responsável, se ela cumpre o que promete, como é a produção etc. O ambiente online é super favorável para que possamos descobrir e ter contato com produtores locais que não tem espaço em shoppings e grandes centros de compras.

giphy (17)

Para mim, comprar online ainda pode ajudar a comprar menos por impulso: são tantas etapas a cumprir que te dá tempo de pensar a respeito – eu já desisti de comprar algumas vezes enquanto digitava o número do cartão de crédito e pensava que eu realmente não precisava daquele item.

Comprar menos e com mais consciência e pesquisa tem sido transformador na minha vida.

Separei aqui algumas dicas para dar ainda consciência e responsabilidade nas nossas compras online, sem cometer alguns errinhos chatos e comprando apenas o que a gente realmente amou e precisa.

»Dica 1: Preste bem atenção na pose da modelo

dicas-comprar-online

Os looks fotografados para e-commerce e lookbooks são cheios de truques (mais do que você imagina). E não estamos falando de photoshop ou dos famosos pregradores de roupa que se escondem para ajustar a peça na modelo. Um desses truques é a pose da modelo.

Gostou de uma peça numa foto? Dê uma comparada rápida na foto em questão com as outras do site. Se a modelo estiver de frente em todas as fotos e nessa específica ela estiver de lado, se em todas as fotos ela estiver “parada” e na que você gostou ela estiver em “movimento”, se em todas as outras ela estiver com as mãos para a baixo e nessa ela estiver com as mãos na cintura, é BEM provável que a peça não vista tão bem quanto as outras do site. Provavelmente, na hora de fotografar, a peça não estava caindo legal (nem saindo bonita na foto) e a modelo teve que mudar de pose para corrigir. E ó, não é regra universal, mas se não ficou bem na modelo, que dirá em corpos normais!

»Dica 2: Antes de clicar em “comprar”, tente tirar as peças do contexto

dicas-para-comprar-online-2

É o seguinte: um e-commerce bem feito costuma colocar as peças em um contexto vendedor. Isso nada mais é do que montar um look maravilhoso e estilizar uma peça de forma perfeita, num cenário lindo. Muitas vezes, a gente ama uma peça porque ela está em um look muito legal e nem percebe que é por isso. Então, compramos a peça separada de seu “contexto” e, quando ela chega na nossa casa, não conseguimos combinar ela com nada que temos. Outras vezes, compramos a roupa linda que vimos no Instagram fotografada no cenário de uma praia paradisíaca e quando ela chega a gente percebe que “opa, não temos uma praia paradisíaca para ir tão cedo”.

Eu mesma parei de comprar coisas em tons pastel quando percebi que achava lindo na loja (física ou online, tá?) e nunca consegui usar depois. Já reparou que roupas em tons pastel normalmente estão arrumadas e/ou fotografadas juntas com outras cores do mesmo gênero? Então, é porque é dessa forma (dentro do contexto) que elas são mais bonitas e atraentes. Saiu do contexto, parou de funcionar (pra mim).

»Dica 3: Desconfie das promoções

dicas-comprar-online-3

Como você não pode experimentar antes, esse é um passo importante e vale principalmente para marcas que trabalham com coleções sazonais (multimarcas, por exemplo, fazem liquidações por outros motivos e precificam de forma diferente).

Se a peça ganhou um desconto muito grande, é porque ela vendeu muito pouco. Se vendeu muito pouco teve algum motivo. Você não vai conseguir descobrir, mas vale desconfiar: talvez ela vista mal, talvez ela seja muito menor ou maior do que o tamanho indica, talvez ela tenha sido vendida por um preço alto demais para o valor percebido e agora esteja custando o que realmente vale (o que não configura promoção, né?), talvez ela seja só feia mesmo e você foi atraída pelo preço (larga esse botão de comprar, menina!). E mais, se a marca tiver lojas físicas, lembre-se que a loja online costuma ser o lugar de desova do que encalhou. Então, fica de olho!

»Dica 4: Preste atenção nas condições do site (troca, frete, entrega, contato)

termos e condições da maravilhosa @amomuitoacessorios

termos e condições da maravilhosa @amomuitoacessorios

Depois de já ter me estressado muito com lojas online em geral, passei a prestar mais atenção aos termos de condição e regras dos sites em que compro. Se a loja for séria e confiável, tem tudo lá: prazo de entrega, valor do frete, política de troca e, claro, formas de você entrar em contato se tudo der errado. Use isso a seu favor (e se a loja não tiver nada disso, evite a compra).

Eu sempre vejo o prazo de entrega e o frete antes de comprar, porque me irrita muito um frete que sai mais caro ou do mesmo preço que o produto (acontece horrores). Também é importante que você veja como funciona a política de troca. Alguns sites dificultam muito a troca e até cobram por ela. Se você está em dúvida se a peça vai caber, já fique ligado nos termos da troca.

»Dica 5: Tamanhos e medidas

comprar-online-5

As melhores lojas são as que têm as medidas das peças e que dizem o tamanho que as modelos estão usando. Aliás, marcas, plmdds, o que custa colocar qual o tamanho que a modelo está usando? É a melhor (e única) referência que a gente tem comprando online. Se a loja não tem as medidas dos tamanhos disponíveis, tente perguntar nas redes sociais (inclusive para os clientes que já compraram na loja). Se você não tiver essa informação, leia a dica anterior.

Se a loja tiver as medidas, conheça suas medidas ou tenha uma fita métrica a postos. Além disso, tente pensar em como você gostaria que aquela peça caísse no seu corpo. Pode ser que suas medidas batam com o tamanho P, mas que você prefira usar peças mais larguinhas, aí vale observar se a peça parece ser mais justa.

»Dica extra: se você nunca ouviu falar na loja, pesquise a reputação da mesma. Numa rápida fuçada nas redes sociais dá para saber se eles têm muitos problemas com entregas, cumprimento de prazos e qualidade dos produtos. Comprar numa loja de má reputação, ou em uma que não tem todas as informações disponíveis (como um email de contato ou prazos específicos), ou em loja que não responde a seus clientes é colocar o seu rico dinheirinho em risco!

divisoria-bolinhas

Tem mais dicas como essa? Compartilha nos comentários!

||||| 26 amei! |||||

Sobre o autor

editora executiva

29 anos, publicitária, feminista imperfeita. É Editora Executiva do Modices. Escreve sobre moda, bebe uísque e ama gatos. Se divide entre ser totalmente racional e acreditar em unicórnios. @ninaribeiro no Insta.

  • Gabriela S. Padilha

    Amei as dicas. Compro bastante online e nunca tinha pensado nessa questão da pose da modelo. http://www.alemdolookdodia.com

  • http://simsemfrescura.blogspot.com.br/ Paola Alves

    Adorei as dicas <3 Todas foram maravilhosas, principalmente do dos descontos e da pose da modelo =) http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  • Marina

    Pior coisa da vida é loja online sem tabela de medidas.
    As dicas foram ótimas :)

  • Claudinha

    Uma coisa que eu SEMPRE verifico para comprar online é o https:// e o cadeadinho ao lado.. Não compro se estiver diferente.

  • Monique

    Olá, em quais lojas online você costuma comprar?

  • Carla

    Oi,
    Acho que vale lembrar que para sites brasileiros, o consumidor tem o direito de arrependimento e pode devolver a peça em até 7 dias a contar da entrega. Faço isso sempre: se não gostei da peça, não caiu bem, ou até percebi que não combina com o que tenho, ou não vou usar, devolvo. Direito que só tenho comprando on-line, então, aproveito! :)