As últimas semanas de moda brasileira mostraram que os tecidos artesanais estão fazendo um belo contraponto aos tecnológicos. E o crochê, que vira e mexe volta a ser tendência, está mais uma vez em alta para o verão.  Para dar mais graça ao estilo das brasileiras, as marcas estão apostando em peças que usam a técnica, como mostraram os desfiles da Cavendish, Ronaldo Fraga, Coven e Têca.

croche2

As passarelas da Cavendish, Ronaldo Fraga, Coven e Têca mostraram peças com crochê para o verão 2010

O crochê como conhecemos atualmente começou a  ser difundido na Europa em 1700, mas sua origem vem da Pré-História e é atribuída a diferentes povos. No século XIX foi tido como uma alternativa à renda por ter a linha mais barata e ser uma técnica mais fácil de fazer e ensinar, além de ter grande durabilidade. Na década de 60, peças de crochê como vestidos, coletes e casacos coloridos, representavam a liberdade e a beleza do artesanato, muito presente nos estilos Folk e Hippie.

hippies

John Lennon, Janis Joplin e atrizes do filme e musical Hair: amor pelo artesanato

No século XXI grifes como Roberto Cavalli, Prada, Chanel e Stella McCartney investiram em tecnologias para atualizar o crochê e deixá-lo com cara de peça atual e versátil.  Novas cores, texturas, caimentos e espessuras facilitaram o uso do artesanato no design das roupas contemporâneas, o que deu novo fôlego ao estilo e colaborou para afastá-lo da associação vovó e frio.

croche-revival

Desfiles de Prada e Chanel, primavera 2005

E não vão faltar opções de peças à venda para a próxima estaçao. A coleção da Oh, Boy!, inspirada em valores como gentileza, tolerância, amizade e amor, está recheada de peças de crochê. “Tiramos do baú da vovó produtos que prezam pela durabilidade, como os crochês, que trazem glamour e feminilidade para nossas roupas e acessórios”, declarou Fernanda Nepomucemo, gerente de marketing da marca.

marcasVestido e bolsa Oh, Boy!, vestido Farm e chapéu Cantão

A dica para o verão 2010 é apostar em acessórios e no frescor do crochê mais aberto e leve, que pode ser encontrado em coletes, blusas e vestidos usados tanto como saída de praia quanto como peça fundamental para um look casual e estiloso, com cara de país tropical. O efeito delicado dos pontos faz um jogo de “mostra-esconde” e permite intercalar camadas e estampas que dão um toque único ao visual. Acessórios como bolsas e chapéus também são super bem vindos. Só não vale exagerar: use uma peça de crochê por produção para não ficar over!

||||| 0 amei! |||||

Sobre o autor