As coleções Verão 2010 já estão nas lojas. Mas, antes de sair às compras, que tal organizar seu armário? Conversamos com as personal organizers Marilu Barros e Ana Afonso, e elas concordam que o primeiro passo é enfrentar a bagunça e separar tudo o que não é utilizado. Não vale usar a desculpa de que um dia poderá precisar, hein?

A falta de organização, para Ana Afonso, é um problema que deve ter seu foco atacado. “Há sempre um ‘departamento’ que incomoda mais. Criar um organograma, com um planejamento detalhado das tarefas domésticas, é uma ferramenta muito importante que irá demonstrar a necessidade de mudança de hábitos e ajudará a focar no objetivo”, ensina.

Depois da triagem, escolha um sistema para organizar as roupas dentro do armário. No Oficina de Estilo, as personal stylists Cristina Zanetti e Fernanda Resende indicam separar as peças por seu tipo (saias, calças, blusas) e por cor. O ideal é ter cabides iguais para todas as roupas. Se o armário tiver duas barras para cabides, vale a pena separar as peças superiores (blusas, camisas, casacos) das inferiores (calças, saias). A medida poupa alguns minutos de indecisão antes de sair de casa. Outra dica importante: roupas feitas de tecidos que esticam devem ser guardadas dobradas.

Na hora de organizar os acessórios, vale a inovação. Lenços e echarpes ganham espaço em antigas caixas de camisas, por exemplo. Já os cordões podem ficar em cabides de gravatas (ótima dica para os meninos se organizarem!). Camila Coutinho, do blog Garotas Estúpidas, teve outra ideia simples e barata: foi a uma loja de construção e comprou ganchos de plástico por R$11. Eles vêm com fita adesiva atrás, então é só colar na porta do armário. Já Mariana Inbar, do Petiscos, guarda seus colares e pulseiras em saquinhos de plástico. Fácil de visualizar e evita que elas escureçam.

pic1

Camila e Mariana mostram suas soluções simples e baratas.

Em sua nova coleção, É Coisa Nossa, a Farm lançou uma necéssaire que pode ser pendurada no cabide. O armário ganha um colorido, enquanto roupas íntimas e bijuterias ficam organizadas. Peças pequenas, como brincos e anéis, podem ser guardados em forminhas de gelo, assim não deixam de serem usadas por não conseguirmos achá-las em meio à confusão. “Se você perde a hora do trabalho todos os dias, procurando suas chaves ou um par de brincos , eles não estão onde deveriam estar. Por isso, é bom começar a organização pelo cômodo mais crítico, que interfere diretamente na vida doméstica e pessoal”, diz Marilu. Ela conta que sua clientela é composta por pessoas práticas que trabalham bastante e têm pouco tempo para cuidar da casa. Para Marilu, organização é sinônimo de economia de tempo e dinheiro.

pic2

Necéssaire da Farm

Marilu explica em seu site, que reúne dicas para organizar da vida pessoal a festas de casamento, que edredons devem ser guardados enrolados, para não estragar a manta acrílica interna. Enrolar a toalha de rosto dentro da de banho ajuda a ganhar alguns centímetros dentro do armário. Para organizar os sapatos, ela aconselha guardá-los em sacos de TNT com visor, pois eles permitem a circulação de ar e mantém as traças longe. Outra opção é deixá-los em caixas de sapato com furos para ventilação, identificadas pelas fotos dos sapatos. A loja OZ! comercializa a versão em plástico polipropileno.

PIC3
Maria Ester, leitora do Oficina de Estilo, mostra como organiza seus sapatos.

Depois de arrumar o armário, é hora de pensar nas gavetas. Geralmente, sua organização dura pouco, já que de tanto abrí-la e fechá-la, os itens acabam de misturando. Em um de seus posts, Marilu ensina que é preciso preencher a gaveta com organizadores sanfonados ou em forma de colméia. Por exemplo, pode-se usar tampas de caixa de sapato para criar divisórias. No site de Ana Afonso, recheado de dicas para a cozinha, e do Ateliê Ordenar, de Verônica Cavalcanti e Patricia Cirilo, há opções criativas e baratas.
PIC4

Reaproveitando até lata de atum.

Reaproveitar também é palavra de ordem para o escritório. Potes de vidro reutilizáveis viram porta-lápis nas mãos das meninas do Ateliê Ordenar, que oferecem cursos de organização no Rio de Janeiro.PIC5

Escritório colorido

Caixas e chests são opções comuns, mas bastante práticas. Itens de escritório, CDs, DVDs e álbuns de fotos podem ser guardados neles, separados por ordem alfabética, data ou gênero. E com os eletrônicos, vêm os controles remotos e os fios. Na Tok&Stok há dicas como o porta controle remoto e porta fio.
pic6

Fim da bagunça.

Depois de tanta organização, é necessário manter a arrumação. Qual a diferença? Ana Afonso explica: “Organizar a casa significa escolher e definir locais para seus objetos de uso pessoal, roupas, utensílios de cozinha, itens de trabalho e estudo. A arrumação é a manutenção da organização: depois de definidos os lugares, os objetos devem voltar para eles após o uso”. Como manter a organização é a dúvida mais frequente entre os clientes de Marilu. A solução é dada pela profissional: “A resposta é simples: disciplina e método”.

Dicas de Ana Afonso para organizar a vida e a casa:

1) Administre seu tempo sem ser escrava dele.
2) Priorize seus objetivos. Não queira fazer tudo perfeito o tempo todo. Carreira e vida doméstica existem simultaneamente, não deixe sua vida pessoal em segundo plano.
3) Organizar listas de tarefas domésticas é uma forma de otimizar o tempo e estar sempre com a casa em ordem. Elas funcionam como roteiros para você mesma e para orientar sua empregada.
4) Delegue tarefas. Família que divide as obrigações soma resultados.
5) Mantenha uma agenda familiar para administrar seus compromissos e de seus familiares.
6) Organizar não significa investir em acessórios sofisticados e caros: use sua criatividade, recicle, reutilize, reaproveite.
7) Seja uma consumidora consciente. Quase sempre menos é mais.

Dicas de Marilu Barros:

1) Se você leva mais do que 30 segundos para encontar algo em sua casa é porque este objeto está fora do seu devido lugar. Busque uma forma de tornar a sua procura mais objetiva, etiquetando e separando os objetos por segmentos, como “Roupas de cama”, “Peças de inverno” e “Calçados”.
2) Armários e closets não são brechós. Todos temos aquela roupa que amamos, mas nunca usamos. Regra básica para resolver o “apego” material: se não usa há mais de 12 meses, não usará novamente. Doe, venda ou repasse. Mais de 80% dos casos de falta de organização é causada por excessos.
3) Ser organizada é uma questão de hábito. Ninguém se torna super-organizado da noite para o dia. É um processo lento e exige mais disciplina do que força de vontade. Se tirou do lugar, reponha da mesma forma que encontrou.
4) Recicle. Muitas coisas em sua casa ou escritório podem ser recicladas. Assim, cria-se espaços onde nem se imaginava. Reforme uma cadeira quebrada, faça artesanato com objetos de decoração antigos, separe todo o papel e plástico que não usa mais e envie para a reciclagem.

||||| 0 amei! |||||

Sobre o autor

Esses posts são feitos em conjunto pela equipe - juntando as ideias loucas de umas e a sensatez de outras - e representam o que a gente acredita, aposta ou quer discutir com o mundo. Porque tudo que é compartilhado é mais incrível.