A C&A e Malha firmaram uma parceria para tornar real a sustentabilidade social e ambiental na moda. Quer saber como vai acontecer?

“Abraçar a sustentabilidade como causa e não como modismo”. A frase foi dita pelo presidente da C&A, durante a apresentação do novo posicionamento da marca, e nós não poderíamos ter ficado mais positivamente surpresas. Como vocês sabem, a gente não é de aceitar ~migalhinhas de mudança das grandes marcas e estamos sempre de olho no que é só discurso e no que realmente é proposta de mudança. Por isso, reservamos nosso lugar na linha de frente durante o bate-papo que rolou na Malha sobre (a nova) sustentabilidade ambiental e social da C&A.

nova-era-malha-sustentabilidade

Se até aqui ‘tá tudo um pouco confuso, a gente explica: a C&A é uma fast fashion holandesa, de estrutura familiar, que está na sua 6a geração (são 176 anos de história) e é há muito tempo um dos nomes mais importantes do mundo quando falamos de moda e varejo. Como toda grande marca de moda que sobrevive a gerações, a C&A enfrentou nos últimos anos muitas críticas a respeito de seu posicionamento em relação aos novos valores do mundo, entre eles, a sustentabilidade. Mas, diferente de uma grande parte das redes de fast fashion, as C&A estava de ouvidos abertos às críticas e começou a planejar mudanças significativas em sua estrutura.

Sim, as fast fashion são estigmatizadas como destruidoras (em diversos aspectos) e com razão. Mas não dá pra negar que são elas que podem e devem tomar iniciativas para “virar o jogo” da cadeia insustentável da moda. A mudanças da C&A começaram pela sede da Holanda, onde eles implantaram políticas de redução do lixo e de corantes agressivos e o aumento do uso de algodão sustentável, por exemplo. A ideia é que essas e outras medidas sejam adotadas pelas filiais da marca no mundo inteiro e foi assim que, aqui no Brasil, eles construíram a parceria com a (nossa amada) Malha.

trecho do livro "moda com propósito" - c&a e sustentabilidade

Trecho do livro “Moda com Propósito” de André Carvalhal – 2016

Como vocês sabem, a Malha é um espaço de criação da nova era da moda (da qual a gente do Modices faz parte) e tem como valores a sustentabilidade ambiental e social – exatamente o que a C&A está buscando. E, por isso, a parceria da C&A com a Malha acontecerá em vários sentidos bem legais e que a gente acha que vocês vão curtir bastante.

Malha + C&A e a criação da nova era da moda

A C&A vai investir em uma incubadora de marcas dentro da Malha. Serão 10 novas marcas, escolhidas a partir de um edital aberto (fiquem de olho!), que ficarão incubadas por 1 ano. A ideia é que essas marcas se encaixem nos critérios de sustentabilidade definidos pelos parceiros e tenham uma visão de ressignificação da moda atual. No novo livro do André Carvalhal (♥),  “A Moda com Propósito”, tem bem explicado quais são os critérios para que as marcas se encaixem nessa nova “cartela” de valores.

Faz parte da parceria, também, um investimento da C&A no desenvolvimento do primeiro polo integrado de Upcycling no mundo, transformando resíduos ou peça que seriam descartadas em novos produtos, através de oficinas de capacitação de costureiras, entre outras iniciativas.

Além disso tudo, num futuro bem próximo, o Instituto C&A também vai apoiar os projetos de educação na Malha com palestras, workshops, bolsas de estudo para a escola de moda da Malha e criação de report de tendências.

Sim, são metas ousadas para uma empresa de porte tão grande, mas eles estão demonstrando vontade e real planejamento para fazer tudo isso acontecer na realidade.

cea-malha-bate-papo-sustentabilidade

Como não podíamos deixar passar…

Como não podíamos deixar passar, aproveitamos a proximidade com o Elio, vice-presidente de marketing da C&A, e perguntamos sobre a grade de tamanhos e quando eles pretendem mudar nesse aspecto. E o que ele contou foi que a C&A está sim investindo em tamanhos maiores nas suas coleções e que a “novidade” deve chegar primeiro no e-commece.

Por lá você vai poder selecionar a peça e optar por pegar em alguma das 280 lojas da C&A – o que é ótimo já que você vai poder experimentar de fato. A ideia também é trabalhar com o mapeamento das regiões que têm maior demanda de tamanhos maiores pra levar essa distribuição acertiva pras lojas.

Movimentos como esses e como a parceria com a Malha são incríveis para reafirmar e compartilhar valores que estamos querendo tanto ver nas marcas. Unir forças na busca por inovações é o que torna real a geração de um impacto positivo, ainda mais nesse momento de transição de um período complicado para um período de foco em mudanças sociais e novos modelos de negócios.

E ó, a gente não pode esquecer que todas essas mudanças estão sendo feitas porque cada uma de nós tem feito muito barulho por aí – então que assim continuemos. E claro, agora com essas promessas na mesa, cabe a todas nós ficar de olho para que exista de fato a mudança.

||||| 15 amei! |||||

Sobre o autor

Esses posts são feitos em conjunto pela equipe - juntando as ideias loucas de umas e a sensatez de outras - e representam o que a gente acredita, aposta ou quer discutir com o mundo. Porque tudo que é compartilhado é mais incrível.