Lembro perfeitamente da primeira vez que ouvi falar em armário cápsula. Era meados de 2013 e eu estava fazendo o curso de Consultoria de Imagem do FIT-NY. Já na primeira aula da cadeira de Personal Shopping, minha professora apresentou o conceito de capsule wardrobe seguido da frase: “Ninguém precisa de mais de 13 peças por estação e eu posso provar.

ARMARIO-CAPSULA

Você deve imaginar como essa frase foi impactante para uma turma cheia de apaixonados por moda. Antes que os protestos pudessem começar, ela rapidamente acalmou o ânimo coletivo explicando que aquela era apenas uma prática, um método de reorganização do armário e da alma consumista. Bom, né?

Para minha surpresa, esse conceito chegou a domínio público há pouco tempo e está sendo reinterpretado como uma regra (ou um conjunto delas) para montar o que seria o “armário ideal”. Não é bem isso. E antes que você comece a tirar roupas do seu armário loucamente para atingir o número perfeito de X peças, na ansiedade em aderir ao minimalismo e ao lowsumerism, existem algumas coisas que você precisa saber sobre armário-cápsula:

»”Armário-Cápsula” é um método detox

Gabriela, adepta do armário-cápsula, do blog Teoria Criativa

Gabriela, adepta do armário-cápsula, do blog Teoria Criativa

Essa foi a forma que eu encontrei de melhor explicar o conceito para as amigas. Assim como o detox, o armário-cápsula é um método emergencial para quem precisa (ou apenas deseja) se livrar do que parece estar sobrando, das roupas com pouco valor nutricional (hê). É como dar um reboot na sua vida fashion. Sabe quando o armário está totalmente entulhado e a gente não consegue escolher nada, nem se ver na nossa roupa, nem achar o nosso estilo? É a hora de respirar e começar tudo novo. A melhor forma de começar um armário de novo é através do armário-cápsula, mas, assim como o detox, não é todo mundo que precisa ou deseja.

»A melhor forma de usar o armário cápsula é como base

Adepta do armário-cápsula, Caroline do blog Unfancy

Adepta do armário-cápsula, Caroline do blog Unfancy

Como falei anteriormente, o armário cápsula é um método excelente para começarmos de novo. Ou seja, é a criação de uma base, a construção de uma nova plataforma para que você comece a reconstruir aos poucos o seu armário. Além disso, ele também é um método ótimo para algumas fases de grandes mudanças na vida. Por exemplo, se você mudou de emprego e foi trabalhar em um lugar bem mais formal do que antes, ou se você engravidou e precisa de roupas que se adequem a esse momento, é interessante que você monte uma nova “cápsula” exclusivamente para o momento, baseada no novo dresscode, nas suas necessidades e possibilidades de compra.

»Requer esforço e desapego

capsula-planner

planner para organizar o armário cápsula do blog Into Mind

Nem todo mundo nasceu para o minimalismo e nem todo mundo lida bem com a repetição constante. Por esses e outros motivos, o armário cápsula não funciona para todo mundo. Mas se você está com vontade de tentar, saiba que requer esforço (ou um empurrãozinho da vida). Além do método dar um certo trabalho para planejar (veja mais no próximo tópico), você vai precisar se desapegar tanto de algumas roupas quanto da ideia de não repetir looks. A parte boa é que é um exercício super legal de criatividade e autoconhecimento, a parte ruim é que é você vai precisar se dedicar a ele (ou contratar uma consultora de imagem).

»Como funciona o método da cápsula

Mais da Gabi que está registrando todo o dia a dia do armário-cápsula

Mais da Gabi que está registrando todo o dia a dia do armário-cápsula

Há algumas discussões por aí de como o armário cápsula deve ser montando. A verdade é que não há nenhuma regra específica. O que eu aprendi no FIT foi que, em geral, precisamos de 13 peças por estação (que daria um total de 52), mas que esse não é um número fixo (veja mais no tópico abaixo). Mas que peças são essas?

As peças da sua cápsula não precisam ser necessariamente básicas ou neutras, mas ajuda muito se forem. Isso porque, para configurar um armário cápsula, cada peça deve combinar e poder ser usada com duas ou mais peças do seu acervo. Ou seja, você vai precisar experimentar absolutamente tudo do seu armário e pensar em looks variados (13 peças já permitem um número enorme de looks). Ajuda também se você fotografar as peças e estabelecer um método organizacional para lembrar o que vai com o quê.

Para facilitar o processo, é indicado que você monte sua cápsula apenas com peças que te vistam indiscutivelmente bem. Não dá pra ter peça truqueira que é linda mas só funciona com a saia tal, ou com nózinho estratégico na ponta, ou apenas quando você está de salto. A partir da sua base pronta, o ideal é concentrar investimentos em peças de afirmação de estilo (statement pieces) e gastar pouquíssimo (ou nada) com tendências passageiras.

»Não existe um número cabalístico ideal de peças

13x30

Isso é o que você consegue com apenas 13 (!) peças

Alguns dizem 13, outros 23, outros 37. Mas não, não existe um número ideal de peças para o seu armário (cápsula ou não). Lembre-se que ele é apenas uma base fixa, um esqueleto. Você pode ter uma base para cada estação, você pode ter uma base para cada ocasião (uma para o trabalho e outra para sair à noite, por exemplo) e o que mais você precisar. Cada pessoa tem um estilo de vida e todos temos prioridades diferentes, por isso, não se baseie em números alheios. É mais importante a ideia de que cada peça possa ser usada com duas ou mais peças do armário, do que o número em si de roupas.

»Sim, é um método mais consciente e sustentável de consumo

armario-capsula-sustentavel

É bem bacana nos questionar a respeito do que consumimos e pensar cada vez mais na sustentabilidade de mercados como os de fast fashion, e o armário cápsula é um método super válido para quem está nesse processo. Depois que você constrói a sua cápsula-base, é muito mais fácil perceber que não precisamos consumir tanto para ter um armário funcional e estiloso. Se toda peça, que antes parecia perdida, ganha funções específicas e diversas formas de uso, é natural que você leve mais tempo para descartá-la e, consequentemente, você vai acabar sentindo menos necessidade (e até menos desejo) de comprar.

Eu posso afirmar, por experiência própria, que viver com menos é muito mais fácil e emocionalmente confortável, e isso é uma delícia de aprender. Como eu disse lá em cima, é um exercício constante de criatividade, não só para criar looks interessantes, mas também para estabelecer novos recursos de consumo de moda como a compra através de produtores locais, a pesquisa de qualidade e o estímulo à troca, à conservação e ao conserto das peças.

giphy (4) (1)

Para quem se interessou e quer tentar, a Gabi do Teoria Criativa está passando pelo processo e registrando tudo com looks, considerações, explicações e até um planner.

E não deixa de compartilhar com a gente as suas ideias e opiniões sobre o assunto!

 

||||| 37 amei! |||||

Sobre o autor

editora executiva

29 anos, publicitária, feminista imperfeita. É Editora Executiva do Modices. Escreve sobre moda, bebe uísque e ama gatos. Se divide entre ser totalmente racional e acreditar em unicórnios. @ninaribeiro no Insta.

  • Giseli Alcantara

    Eu queria ter dar um abraço, posso? hahahahahaha
    Nina, passei horas ontem no blog Teoria criativa babando na criatividade da Gabi. Também tenho acompanhado a “saga” da Carol Burgo que se assemelha um pouco com esse processo de diminuição de consumo, busca de estilo próprio e uso da criatividade. Não sei se consigo seguir pelo caminho do armário capsula, mas a verdade é que tenho sentido uma enorme necessidade de uma transformação no que eu visto justamente por não conseguir me encontrar em muitas roupas que estão entulhadas lá em casa. A velha mania de comprar uma coisinha aqui e ali sem pensar em como combinar isso com outras peças. =/
    Meu primeiro passo foi arrumar o guarda roupa pra ter dimensão de tudo que estava lá. Agora que consegui pelo menos dobrar e separar por item pretendo fazer essa análise de ver o que eu realmente gosto, o que eu realmente me sinto confortável em usar.
    Obrigada pelo post, dicas e referências. Era o empurrãozinho que faltava pro meu fds render nem que seja o início de uma detox fashion, rs!

    • Luciana Pereira

      Exatamente isso Gisele, ontem arrumei o meu guarda roupa com a função de deixar somente aquilo que me cai bem, tentei separar as roupas para trabalho, passeios e de casa, não esta sendo fácil, pois sem essa separação fica tudo muito embolado e confuso na minha cabeça, pois tenho uma dificuldade enorme de exercer a criatividade, mas quero muito diminuir o consumo e exercitar, achei bem interessante essa ideia do armário capsula.

  • Amanda Montt

    Lindona <3 comecei a praticar, mas mudei um bocadinho minhas regras. Mas tá dando pra desapegar de muuuuita coisa, então tô satisfeita! hahahaha beijos! http://www.bossaebrisa.com

  • gardenyabarbosa

    Também estou usando meu Armário Capsula, tem um mês, e esta sendo a melhor experiência da minha vida, conto tudo no meu blog:
    http://www.depoisquevocesefoi.com.br/

  • http://simsemfrescura.blogspot.com.br/ Paola Alves

    Adoro a Gabi e adorei ver ela por aqui <3 Não gosto muito de repetição e acho que não me daria muito bem com esse tipo de armário, maaaas tbm não sou muito consumista HAHAHAHA! Gosto muito de peças básicas boas e ficar trocando os acessórios ou colocar uma estampa naquela base.. amo! ♥ http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  • Giovanna de Paula

    Ameeei a saia! Onde comprou?

    http://www.bellalune.com.br/lola-cosmetics

  • Mariana

    Muito esclarecedor. Eu estava meio perdida, me desfazendo de minhas roupas sem nem ter um plano, uma organização sobre o que eu ia fazer da ~~~minha vida fashion~~~ e agora eu sinto que você me deu um norte, um chão, uma base. Armário Capsula é o título que faltava pra eu me organizar direitinho sobre isso tudo. Obrigada!

  • Divana Barbosa

    Quero muito fazer um armário desses, o único problema é que preciso reorganizar todo o meu pequeno espaço… Não consigo enxergar as peças direito porque meu armário é bem pequenininho… Mas vou dar um jeitinho.
    Ótima postagem!