Os anos 20 foram uma década fascinante, dos comprimentos menores nas roupas à força dos seus artistas (de Hemingway à Tarsila do Amaral) e ao dançante jazz. Foi o momento de ruptura com as tradições do século anteior. O clima era de muita euforia e liberdade (e properidade econômica do pós Primeira Guerra Mundial) que se traduziram em tempos muitas festas (mesmo com a lei seca que proibia o consumo de álcool nos eua). Dá para perceber um pouco disso em recentes produções hollywoodianas, como Meia Noite em Paris, de Woody Allen e  The Great Gatsy (em 3D!) na versão do glamuroso diretor (de Moulin Rouge) Baz Luhrmann — um dos lançamentos mais aguardados deste ano.

O cinema influencia a moda (lembra deste post falando sobre a influência dos anos 20 nos desfiles internacionais de verão?) e não é para menos. Os vestidos daquela década fazem festa na tela! Por conta das suas formas retas, as mulheres tinham acabado de se livrar do espartilho e não queriam nada as apertando, era preciso explorar a feminilidade de outro jeito. A forma encontrada? O decorativismo. Muitas e muitas franjas (que acompanham o movimento do corpo ao dançar o jazz), recortes inspirados nas linhas do art deco e bordados de todos os tipos — pedras, fios de seda e o que mais existia na época.

Foi nos anos 20 também que os comprimentos começaram a subir. Pelos registros que vejo em fotos, ilustrações e até figurinos de filmes mesmo, pouco (ou quase nada) se usava de longos nesta década. Faz sentido já que foi nesta época que os tornozelos (e as canelas) das mocinhas ganharam o direito ser expostos para a sociedade — por mais que cobertos com meias de seda, quase sempre, transparentes.

Assim, a década de 20 se torna uma ótima fonte de inspiração e referências para os looks de festa do ano: batizado, casamentos — noiva, madrinha e convidada —, formatura e até eventos mais casuais (como lançamentos, inaugurações, festa de gente importante, etc). A dica para não parecer ter saído de um dos filmes lá de cima é coordenar o vestido com um cabelo e maquiagem mais modernos — fuja das ondas marcadas e maquiagem pesada — como cabelos soltos, coques podrinhos e pele bem feita (lembra da maquiagem de bonita?).

Nos pés, eleja os modelos mais simples e delicados, valendo o mesmo para as bolsas (o vestido já tem informação demais!). E quanto aos acessórios (dica pessoal!) prefira os brincos e aneis (deixe as pulseiras e colares para outro estilo). E se divirta como todos faziam nos loucos anos 20 ;)

||||| 1 amei! |||||