No último dia de Fashion Rio, verão 2015

Na sexta-feira aconteceu o último dia de Fashion Rio verão 2015, e parece que todos só pensavam na praia. Seja nos desfiles de beachwear como da Lenny e da Triya, seja nas inspirações da Ellus 2nd Floor e da Filhas de Gaia.

ELLUS 2ND FLOOR

 

Inspirada nas praias mexicanas, a 2nd Floor apresentou uma coleção que misturou muito bem suas referências. Entre calças de neoprene, estampa de folhagens e de caveiras e algumas tribais aqui e outras ali. O jeans veio clarinho enquanto outros tecidos mais estruturados como tweed e ráfia foram usados em tops e vestidos. Alguns detalhes com amarrações lembravam cangas e as bermudas pareciam com uma versão glam daquelas típicas de surfistas.

TRIYA

 

Já imaginou ver mulheres-borboletas rockers na praia? Pois a Triya imaginou e criou para sua coleção de verão, que tinha na passarela ventiladores por todos os lados para criar aquele efeito de vento a favor. As palavras chave da coleção são “serenidade, coragem e sabedoria”. Isso tudo pode ter sido traduzido pela atitude das modelos, todas lindas (as mais bonitas que vi na semana), muito confortáveis nos biquínis pequenos ou em hot pant e nas peças cheias de transparências para o pós praia. Ah, e a maquiagem era coisa de louco, com os olhos bem borrados.

FILHAS DE GAIA

 

Caiu na rede, é peixe. Ou sereia! Inspiradas na figura desses seres mitológicos, as Filhas de Gaia mostraram uma coleção que misturava beachwear com roupa de festa. De maiôs para vestidos longos, todos tinham um toque classy. Salopetes e macacões também apareceram, mas o ponto alto do desfile foram as peças em modelagem sereia. As estampas eram de peixes, seja os coloridos e geométricos, ou a figura só do rabo deles.

LENNY NIEMEYER

 

Dessa vez a estilista Lenny Niemeyer mostrou o seu maximalismo em texturas. Inspirada na botânica e com o linho como base principal, até os maiôs da coleção pareciam com o material (só que eram feitos de lycra). As roupas casuais foram o ponto alto da coleção, que tinha da alfaiataria perfeita até vestidos e saias femininos de cintura alta. Estampas de pétalas e flores decoraram os maiôs e biquínis, alguns até com aplicações de chiffon, aumentando a impressão de uma pétala estar ali aplicada.

F*HITS_SEMANA_RJ

||||| 0 amei! |||||

Looks de outono do Fashion Rio

Mesmo com dias bem quentes, a galera que foi a esse Fashion Rio circulou muito com looks escuros. Tinha muito preto por todos os lados, mas sempre pontuados por acessórios, bocas e estampas cheias de cores fazendo uma mistura super interessante e dando o charme (carioca) nos looks ;)

Yasmine Sterea, editora de moda da Vogue

Colar lindo da Yasmine

street-style-looks-fashion-rio-por-vitor-fernandes-7567

Adorei o batom roxo dando bossa ao look cheio de neutros

street-style-looks-fashion-rio-por-vitor-fernandes-7716

Amando muito saias metalizadas! Muito!

street-style-looks-fashion-rio-por-vitor-fernandes-7702

azuis, estampas e pregas

street-style-looks-fashion-rio-por-vitor-fernandes-7700

cropped estruturadinha + saia envelope + colar e estampa da saia combinandinho = <3

street-style-looks-fashion-rio-por-vitor-fernandes-7647

Eu adorei o jeito que ela amarrou a jaqueta criando uma silhueta super “passarela”

street-style-looks-fashion-rio-por-vitor-fernandes-7632

fui de jaqueta bomber, camiseta e short TNG, colares Loli Maria e tênis Adidas

fotos: Vitor Fernandes

||||| 7 amei! |||||

No terceiro dia de Fashion Rio, verão 2015

Penúltimo dia de Fashion Rio verão 2015, com o cansaço já batendo, mas sendo jogado de lado pelas coleções lindas apresentadas. Das ruas ao fundo do mar, ainda dando uma volta no mundo e parando um pouquinho no Jardim Botânico, as viagens que fizemos com os estilistas valeram a pena.

R. GROOVE

A inspiração foi o mais legal: as manifestações públicas que aconteceram recentemente em todo o mundo. O que se transformou em peças em preto e branco, com uma pegada street, frases de efeito, estampas pontuais de símbolos e muitas sobreposições. O desfile foi curtinho, mas teve muitas peças interessantes.

SALINAS

Com tema de ilhas imaginárias e o pintor Gauguin, a Salinas mostrou uma coleção linda e bem gostosinha de ver. O clima era meio sunset, as peças eram ricas em estampas florais, bordados, tecidos texturizados, cores, tudo bem bonito. As Melissas nos pés ficaram fofas, adorei. E tinha pra todos os gostos: da calcinha pequena até a maior, do top esportivo ao curtininha e ainda tinham muitos maiôs (todos incríveis). As roupas de pós praia também eram interessantes, com rendas, alguns quimonos, saias e shorts de cintura alta.

CANTÃO

Cantão voltou a ser Cantão! A marca estava meio perdida no estilo das ultimas apresentações, mas parece que agora voltou ao seu caminho. Um caminho que dá a volta pelo mundo, sempre usando roupas confortáveis e com toque handmade. Muitos bordados e detalhes de miçangas em barras, colarinhos, pelas peças todas, nas costas, e ainda tinha a parte com textura de microesferas aplicadas nas peças que ficam com um resultado fascinante. Sempre com um pouco de étnico e com tecidos naturais como linho, claro. E os sapatos, óculos e bolsas são um caso a parte, tudo muito lindo.

VICTOR DZENK

Sereias sensuais e fashionistas invadiram a passarela do Victor Dzenk. O começo do desfile estava ótimo, com peças bem atuais e a estampa de conchas já virou desejo. Maiôs e biquínis sofisticados complementaram a coleção, que também teve uma parte masculina bem interessante. Texturas de telas, pérolas e corais, além dos body chains, enriqueceram as peças, e a maquiagem fazia as modelos parecem realmente seres marinhos andando entre nós. Depois começou a parte de muitos vestido esvoaçantes e transparentes e aí ficou repetitivos demais. Mas os sapatos era maravilhosos, com alguns bordados e tornozeleiras nos saltos.

TNG

Uma tarde no Jardim Botânico foi o ponto de partida dessa coleção da marca. E amamos! Tudo muito fofo, florais nas estampas e aplicados ou em alto relevo nos jeans, jardineiras, saias rodadas, as rendas, a cartela de cores em tons pastel, jeans claro, tudo muito bom. A parte em alfaiataria também estava muito bonita e já desejamos todos os chapéus. Ah e os acessórios em couro de pirarucu eram muito bonitos mesmo, enriqueceram os looks. E não podemos deixar de falar da parte em que Gianecchini desfilou com as mãos nos bumbuns de Giovanna Antonelli e Tainá Müller! Beijo pro Seu Flor e suas duas mulheres.

F*HITS_SEMANA_RJ

||||| 0 amei! |||||

No segundo dia de Fashion Rio, verão 2015

O segundo dia reuniu as marcas mais pops, algumas bem populares e usadas entre as garotas do Rio. Oh, Boy, Espaço Fashion, Maria Filó e Coca-cola Clothing apresentaram coleções com alguns pontos em comum, entre eles o étnico e algumas estampas mais geométricas (lembrando um pouco o color blocking). E percebemos algumas mudanças positivas e negativas em algumas marcas, então vem conferir!

OH, BOY

 

Antes os produtos das lojas da Oh, Boy não correspondiam com os mostrados nas passarelas. Mas agora, com a nova diretora critica da marca, Renata Americano, isso está mudando. A coleção veio bem cool, misturando o étnico com o hippie, tinha muito tassel, tie dye, estampas lindas, silhuetas bem interessantes e os sapatos eram tipo birken com flatform. A inspiração foi na Guatemala e outras culturas latinas, e se traduziu muito bem. Agora esperamos para ver como isso tudo será traduzido para as peças que serão comercializadas.

ESPAÇO FASHION

 

A marca misturou tecnobrega com pochetes e franjas e já ganhou a gente! A inspiração foi nas festas brasileiras, com direito a estampa de bandeirinhas de festa junina e tudo. E a chita, tecido tipicamente nordestino, foi transformado em aplicações com as mesmas flores, só que em partes mais pontuais e até nos jeans. Pirei na mistura de cores e estampas do desfile e nos desenhos tribais também. Percebemos até uma mudança sutil na identidade da marca, que se mostra casa vez mais pop e divertida.

MARIA FILÓ

 

Olha, essa temporada foi meio sem sal para a a Maria Filó. Um ponto que atrapalhou o desfile foi a maquiagem das modelos, que ficaram pálidas demais, quase com cara de doentes. Mas as estampas que lembravam xilogravuras eram fofas, as peças eram super de pricesinhas cool, um estilo que achamos uma graça. O legal foi a inspiração, as feiras de todo o mundo, que se traduziram em costas nuas como dos aventais e peças em telas, como dos pescadores.

COCA-COLA JEANS

 

O jeans, ponto forte da marca, apareceu em versões de alfaiataria e utilitárias, com lavagens mais claras e sem muitos detalhes. A inspiração foi em esportes náuticos. Tinham maxicoles, parkas, muitas peças utilitárias, capas plásticas, mas o street e as geometrias continuavam aparecendo, já que nunca ficam de fora de nenhuma de suas coleções.

F*HITS_SEMANA_RJ

||||| 0 amei! |||||